sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

DEUS ESTÁ NO COMANDO


“Como fui com Moisés, assim serei contigo: não te deixarei nem te desampararei... Esforça-te e tem bom ânimo, ...porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares". Josué 1:1

O grande líder Moisés, através de quem Deus comandava o povo de Israel, havia morrido. Houve uma preocupação natural na mente do povo e de Josué: o que faremos agora? Para onde iremos nós?. Essa era uma situação difícil na qual se encontravam líderes e o povo de Israel. Naquele momento, Deus interviu e falou com Josué:"Moisés, meu servo, é morto: levanta-te pois agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, para a terra que dou aos filhos de Israel".

Deus disse o seguinte: "Josué, apesar da morte do general Moisés, meus planos continuam em pé, e agora continuemos na realização do mesmo, pois ainda tenho que concluí-lo: levar meu povo à terra que hão de herdar". Parece inacreditável, mas Deus tomou a iniciativa de falar com Josué sobre seus planos e informar-lhe de que Ele ainda estava no controle da situação.

Ele disse (a Josué): "todo o lugar que pisar a planta de vosso pé vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés". Ou seja, Deus disse que durante a caminhada, o território percorrido já seria considerado como possessão do povo de Israel; e os melhores lugares por onde o povo passasse seriam incorporados à sua herança, por isso eles não precisariam preocupar-se, apenas caminhar adiante.

Naturalmente Josué deveria estar preocupado com os inimigos do povo de Israel, os quais estariam no caminho que o povo haveria de percorrer. Alem de muitos, seriam também poderosos, por isso a preocupação de Josué.

Mas, Deus informou o seguinte: "Nenhum dos inimigos se susterá diante de ti, todos os dias de tua vida: Ele estava dizendo a Josué que a herança prometida ao povo estava garantida, pois os obstáculos que surgiriam pela frente seriam superados, pois o Senhor estaria adiante do povo, conduzindo-o à terra prometida para herdarem-na.

Os esforços de Deus para que o povo herdasse a terra dependeriam também dos esforços do comandante da nação e de seu ânimo diante das situações, por isso Ele disse a Josué que "esforça-te e tem bom ânimo", pois a conduta do povo dependeria da conduta dele(Josué) diante da nação, conduzindo-a à vitória.

Ele orientou a Josué que não se esquecesse de obedecer à lei, tê-la sempre à boca (ou seja, falar da lei diariamente) - "a boca fala do que está cheio o coração" meditar na lei do Senhor, traz prosperidade e conduta própria diante de Deus.

Enfim, Deus informou a Josué que o resultado da obediência à Ele traria fatos interessantes, e que não se pasmassem nem e nem tivessem medo. Ninguém fica pasmo nem espantado com coisas rotineiras e quotidianas, mas somente quando contempla algo extraordinário, sobrenatural; estes fatos seriam normais no dia-a-dia do povo, mas, a presença de Deus entre eles faria milagres para que eles pudessem herdar a terra. Deus terminou seu diálogo com Josué dizendo: "porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares". Deus estava dizendo a Josué: Eu sou o teu Deus e caminharei ao teu lado no teu dia-a-dia por todos os caminhos que os teus pés te levarem. Que maravilhosa promessa! Ter a Deus por companheiro de ministério diuturnamente.

Além de tudo, foi um privilégio de Josué ter o Senhor por Deus e companheiro de conquistas. Assim como Josué temos hoje também O Senhor por nosso Deus e por companheiro em nossas batalhas, pois hoje Ele mora em nós através de seu Espírito e nos dá a mesma segurança que Josué possuía: que as promessas de Dele para nós serão totalmente cumpridas e de que nossas batalhas já têm um resultado: a vitória!

Sabemos que o aquilo que Deus realizar de extraordinário não mais nos espantará, pois nosso relacionamento com Ele será tão profundo e pessoal que poderemos discernir os desejos do coração de Dele, até de forma natural e concreta, sabendo que Deus nada faz antes de revelar-nos a Sua vontade. Então, procuremos andar como Josué andou: ouvindo e obedecendo à voz de Deus.

Que tenhamos o comando diário de Deus, nos 365 dias deste ano e por toda eternidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário